5 coisas que me fazem feliz |Blogagem Coletiva|

A blogagem coletiva do Projeto Cotidiano (criado pela Bia Bim do blog Think Colorful) tem um tema bem alegre esse mês, 5 coisas que me fazem feliz (tá no título, eu sei). Realmente é um tema bem legal e tranquilo, mas confesso que me levou a uma reflexão sobre quais coisas escolher pra postar. Essa é a primeira vez que participo de uma blogagem coletiva e espero que gostem do resultado.


1- O sol.
Sim, o sol me faz bem. Eu amo acordar de manhã e o sol estar invadindo meu quarto pelas frestas da janela, já acordo com um sorriso no rosto. E daí, quando eu abro a janela, ele inunda meu quarto e me abraça e daí tá tudo certo. O meu dia começa muito bem, juro. E eu sei que o sol aparece no ano todo, mas depois de dias seguidos de céu nublado, ver esse amarelo de novo me trouxe uma alegria imensa.

2- Fotografar.
Enquanto eu estou olhando através do visor de uma câmera, capturando o ambiente, não percebo o tempo passar. Ele voa enquanto eu me perco no meio daquela magia que é a fotografia. Pura inspiração, tranquilidade, sentimento, harmonia. No último sábado, pude participar de uma Caminhada Fotográfica Mundial e na minha cidade, aconteceu no Parque Roberto Burle Marx (Parque da Cidade) e, apesar da chuva, foi muito gostoso passar uma manhã fotografando. E vou falar mais sobre isso num outro post.

3- Assistir um desfile.
Nesse mês, presenciei um “bloco” de desfile do Oscar Fashion Days (mais nesse post), que incluía os desfiles da Adidas, Vizzano e Havaianas. Foi a primeira vez fui a um desfile e posso dizer que quero ir em todos os outros. É uma emoção incrível, diferente e inexplicável.

4- Conhecer a Mariana Santarem.
Todo mundo admira alguém. Seja por seu trabalho, estilo, talento ou qualquer outra coisa. Semana passada, conheci a Mariana Santarem, blogueira e youtuber super fofa, estilosa, inteligente e corajosa. Sucesso em pessoa. Descobri que ela é menor do que eu imaginava, mas tem o maior coração do mundo e foi muito incrível ver de perto aquele jeitinho simpático, carinhoso e atencioso dela.

5- Fazer aniversário.
Sim, setembro é o mês do meu aniversário e eu atingi a maioridade. E além de dar entrada na auto escola e poder assinar alguns documentos (não mais a minha mãe faz isso no meu nome), não me sinto tão mais diferente. Mas sei lá, fazer aniversário é meio isso, sentir que algo mudou sem na verdade perceber o que foi. Acho que são as reflexões que acabamos por fazer. Pensar que o ano vai ser diferente. Que crescemos e continuamos os mesmos, mas de um jeito bom. Ainda estou na emoção de aniversariante (foi mal, eu fico assim o mês inteiro. É como se setembro fosse meu aniversário e não só o dia 18), mas quem sabe depois eu escrevo sobre aprender com a vida e tudo mais? Vamos ver.

E então? Qual o veredito? Gostei muito de participar desse projeto e que venham os próximos posts. Beijos maiores de idade. Até o próximo post.

Você também pode gostar:

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *