Série: 13 reasons why

13 reasons why é a nova série da Netflix, lançada na última sexta 31 de março e que é baseada no livro de mesmo nome escrito por Jay Asher. Tendo até Selena Gomez na produção, a série já estava causando uma certa movimentação antes da sua estreia e, agora, ela cumpre o prometido.

A série conta a história de Hannah Baker, uma adolescente do ensino médio que, após se matar, envia fitas contando sobre sua vida para as 13 pessoas que também são motivos de sua decisão. Assim, em 13 episódios, nós mergulhamos na vida daquele grupo de adolescentes, instigados com o que estão ouvindo e procurando entender a opção pelo suicídio.

Ponto positivo para os atores, jovens que estão arrasando demais em seus papéis. As atuações e a sintonia com o resto do elenco precisam ser ressaltadas principalmente por se tratar de um elenco jovem abordando temas tão polêmicos e fortes. A trilha sonora e a transição entre presente e passado também são pontos positivos para essa série, que consegue te tornar parte daquela história, de provocar indagações e de te fazer ir e vir sem atrapalhar a sequência da história.

Tratar depressão e suicídio não é simples e não é fácil, mas a série consegue abordar com eficácia. Outro ponto muito bem representado em 13 reasons why é o envolvimento das redes sociais no processo e a superficialidade como muitas vezes os temas são tratados pelos outros à volta. Ah, sem esquecer de mencionar que toda a temporada é envolta num mistério, sutil, mas que te faz querer cada vez mais. Quer um conselho? Assiste!

E você, o que acha da série?

Beijos e até mais!

Continue Reading

3 filmes indicados ao Oscar: A Chegada, Estrelas Além do Tempo e La La Land

Contagem regressiva para o Oscar, galera. Vamos descobrir qual o melhor filme, figurino, ator e atriz e muitas outras categorias. Hoje o post é uma resenha de 3 filmes indicados ao Oscar na categoria de Melhor Filme. Vem conferir e ver se você acha que merece levar a estatueta ou não.

A CHEGADA

Tenho opiniões divergentes sobre esse filme e queria começar a comentá-lo já avisando que eu precisei procurar explicações sobre ele depois de assistir para entender o todo. Amy Adams é Louise Banks, uma doutora em linguística que é convocada, junto a Ian (personagem de Jeremy Renner), para estabelecer um contato com alienígenas que chegaram à Terra e saber por que vieram. Toda a parte de comunicação e criação da linguagem me chamou muito a atenção, mas depois senti que ficou cansativo, pois a mesma coisa se repetia por muito tempo do filme. A última parte foi a que me deixou mais confusa e incomodada, porque vários acontecimentos não me fizeram sentido (mesmo depois de entender os motivos).

ESTRELAS ALÉM DO TEMPO

Um filme baseado em fatos reais que conta sobre o trabalho de mulheres negras na NASA e sua participação no envio do homem ao espaço. Eu sou apaixonada por filmes baseados em histórias reais e essa história é ótima. No filme, no entanto, achei que foi romantizada demais. As cenas são belas, claras e muito fofas, praticamente apenas dois funcionários são racistas, muita música alegre tocando, todo um visual retrô que lembra muito La La Land (que funciona para um musical, mas não se encaixa numa história como essa, com o tamanho e importância que ela tem). Então apesar de uma ideia bacana, acho que não deram a dimensão e profundidade necessária para abrir questionamentos e reflexões sobre o papel social da mulher negra. Acho que queriam mostrar a história, mas poupar os Estados Unidos de uma atitude preconceituosa.

LA LA LAND

Até agora meu filme favorito indicado ao Oscar e eu já fiz post sobre seu figurino (leia aqui). Acontece que é um musical moderno com muita referência dos clássicos antigos, música e coreografia leves e muito bem inseridas, os atores arrasaram muito. Não tem o que reclamar. É para ser um filme sonho e ele consegue. No final, ainda esfrega a realidade na nossa cara e destrói muitos corações, mas é o que faz o filme melhor ainda, diferente. O enredo contagia e inspira todos nós a lutarmos por nossos sonhos e por nós mesmos. Eles conseguem te incluir na história, te fazer sentir parte daquilo tudo, daquela história, daquele amor. Ah, quando você for assistir, repara que a primeira cena é rodada em tomada única (pra provar que o filme é arrasador mesmo).

 

Você já assistiu algum? Qual gostou mais?

Beijos e até mais!

Continue Reading

Em Cena: La La Land – o figurino

Assisti La La Land hoje e aviso: há um risco desse blog virar um fansite do filme! Porque eu fiquei tão encantada, apaixonada e hipnotizada que agora quero falar do figurino, quero fazer uma resenha, uma sundaylist, falar sobre a decoração e cenário e maratonar todos os filmes da Emma Stone e do Ryan Gosling. Aliás, esse post está sendo escrito ao som da trilha sonora do filme ♥ mas vamos voltar às roupas.

Toda a fotografia e figurinos são modernos, mas ainda assim com muita influência e ambientação dos musicais anos 50 e 60. Cores vivas e nítidas em harmonia (exemplo do uso das cores na foto acima), looks coerentes com a realidade dos personagens e uma Emma e um Gosling de cair o queixo na vibe retrô apaixonados.

Os looks da Mia (Emma Stone), são de lojas de departamento e brechós (com exceção do azul da segunda foto desse post) e customizados para ela. Com muito comprimento midi, tecidos fluidos e saias rodadas para realçar as coreografias e cores vivas, é constituído o estilo ladylike da personagem. O estilo do Sebastian (Ryan Gosling) tem influência do jazz, ritmo pelo qual o personagem é apaixonado, e inclui camisa, calça social, blazer e sapato bicolor.

Repare nos tecidos, nos sapatos para sapateado, nas gravatas estampadas, na combinação do look da Emma com o do Ryan, no make leve quase nada da atriz e na leveza e suavidade aplicada aos dois. Lindo demais, não?! Meu problema com filmes lindos assim é que eu fico muito inspirada a incorporar o estilo dos personagens nos meus looks e o resultado é que agora eu tô louca por vestidos midis bem fluidos.

E você, o que achou do figurino La La Land?

Beijos e até mais!

Continue Reading

3 Filmes: Bling Ring – A gangue de Hollywood, Clube dos Cinco e Perfeita é a Mãe

Mais um post da categoria 3 filmes e com indicações super diferentes. Um filme dos anos 80, uma comédia e um filme baseado numa história real, os três foram assistidos, pela primeira vez, nesse mês de janeiro. Agora, vamos para as indicações:

filme-blingring

O marketing desse filme foi feito em torno da musa Emma Watson (confesso que também assisti por causa dela), mas ela não é a grande protagonista e líder da gangue. Quem começa e influencia os outros ao crime é Rebecca, personagem de Katie Chang. Na vida real, a gangue de adolescentes de classe média invadia casas de celebridades como Megan Fox, Lindsay Lohan e Paris Hilton e chegaram a deixar um prejuízo de 3 milhões de dólares. O filme tem um figurino incrível, música boa e bastante cenas de roubo. Nesse link do Garotas Estupídas, você pode ler mais sobre a gangue na vida real.

filme-clubedoscinco

Você deve ter lido o primeiro post de 2017 (se não, leia aqui) recheado de fotos de Clube dos Cinco reproduzidas por mim e meus primos. Assisti o filme há pouco tempo e gostei muito da Allison e do Andrew.  Cinco estudantes de personalidades muito diferentes pegam detenção, tendo que passar o sábado na escola e, aos poucos, eles vão descobrindo que tem muito em comum. O filme é anos 80 e isso é bem característico durante toda a produção e eu só senti falta de uma trilha sonora mais presente, no entanto, nas cenas musicais, eles arrasam. É um filme clássico que todo mundo deve assistir um dia.

filme-perfeitaeamae

Perfeita é a Mãe é uma comédia que me agradou por ser leve, apesar de previsível. Ele também inclui muitas cenas em câmera lenta que são, na verdade, desnecessárias, mas o entrosamento das personagens, o figurino, música e fotografia me conquistaram. O filme é sobre Amy (Mila Kunis), que tem dois filhos, um emprego que a consome demais e participa das reuniões da escola das crianças. Ela está sempre na correria, não tem ajuda do pai e está esgotada, quando decide chutar o balde de vez. Ela é mãe, e não faz ideia do que está fazendo.

E você, já assistiu algum dos filmes indicados?

Beijos e até mais!

Continue Reading